top of page
parceiros-dermaconecta.png

Malassezia em gatos

O que é Malassezia em gatos?

A Malassezia é uma levedura que faz parte da microbiota cutânea comensal dos gatos. Estudos mostram que sua abundância relativa em gatos saudáveis é de 1 a 2%. Algumas raças como Devon Rex e Shynx tendem a ter uma abundância maior (Older et al 2019).


De acordo com Larsson & Lucas (2020), a ocorrência da dermatite por Malassezia felina no Brasil é de 10%.


O que causa malasseziose em gatos?

Geralmente a disbiose por Malassezia ocorre secundariamente a alguns fatores:

  1. Neoplasias (timomas e carcinomas do pâncreas e fígado)

  2. Alopecia paraneoplásica

  3. Alergopatias

  4. Endrocrinopatias


Sintomatologia clínica

A sintomatologia clínica não tem um padrão cutâneo definido porque depende de fatores como doença de base, status imunológico do hospedeiro, etc. Mas algumas lesões elementares podem ocorrer:

  • Alopecia, eritema, hiperpigmentação (+ branda cão)

  • Dermatite esfoliativa (doença sistêmica)

  • Paroníquia

  • Acne felina


Diagnóstico

O diagnóstico envolve a correlação entre sintomatologia clínicaa e os resultados obtidos por meio de análises citológicas. É importante ressaltar que a contagem de Malassezia não segue uma padronização devido à variação da microbiota local. Diferentes sítios anatômicos, métodos de coleta e até mesmo fatores como raça e status imunológico do gato podem influenciar significativamente os resultados.


No que diz respeito à técnica de citologia, existem diferentes métodos disponíveis, como imprint, swab e fita de acetato. A escolha do método dependerá das características particulares do caso, sendo crucial considerar a localização da lesão, a suspeita clínica e a praticidade do método para o paciente.


Pontos de atenção:

  • Diagnóstico clínico + “citologia” = correlacionar

  • Contagem não é padronizada (variação microbiota local)

  • Depende sítio anatômico, método de coleta, etc

  • Depende raça e status imunológico

  • Citologia: Imprint, swab ou fita de acetato

Como tratar malassezia em gatos?

Identificar e tratar causa de base. Antifúngicos tópicos e/ou orais podem ser necessários.

Malassezia em gatos
Malassezia em gatos

Perguntas frequentes da internet

Malassezia em gatos passa para humanos?

A transmissão zoonótica é infrequente.


Atenção: As informações fornecidas neste texto são de natureza informativa e não substituem a orientação e o diagnóstico de um médico veterinário qualificado. É fundamental que você consulte um profissional antes de iniciar qualquer tratamento ou intervenção terapêutica em seu animal de estimação. Priorize o bem-estar do seu animal e agende uma consulta com um médico veterinário. Ao buscar atendimento profissional, você estará proporcionando ao seu pet os cuidados adequados e garantindo sua saúde e qualidade de vida.


Sobre a autora

Dra Aline Santana é médica veterinária formada pela Universidade Federal de Viçosa, com residência em clínica médica de pequenos animais pela mesma instituição. Possui mestrado e doutorado em Ciências pelo Departamento de Clínica Médica da FMVZ/USP, com período de intercâmbio realizado no exterior (University of Minnesota, Estados Unidos). Desde 2012, Dra. Aline Santana é sócia da Sociedade Brasileira de Dermatologia Veterinária (SBDV). Durante o período de 2015 a 2021, atuou como diretora de mídias e colaboradora da SBDV.



Comments


newsletter-dermatologia.png

Newsletter

Mais recentes

banner-lateral.png

Categorias

bottom of page