top of page
parceiros-dermaconecta.png

Microbioma e dermatologia: o que a indústria cosmética tem descoberto?

Atualizado: 7 de abr. de 2023

Nesse post recentemente publicado por uma diretora de uma empresa de cosméticos norte-americana, discute-se a relação entre #microbioma e as próximas tendências para a indústria.


Segundo a autora, a pele oferece uma “galáxia de oportunidades” no que se diz respeito à exploração de seu #microbioma. Ela ainda acrescenta: “no passado, lidávamos com os microrganismos da pele de maneira negativa, removendo-os com antissépticos e antibióticos. Porém, com o avanço das #biotechs e da pesquisa científica, o microbioma cutâneo passou a ser visto como um aliado e não mais um vilão a ser combatido.”


A indústria cosmética tem então aproveitado e explorado esse infinito potencial da #microbiota cutânea. Seja desenvolvendo produtos que ativam cepas específicas por meio de #prebióticos ou seja eliminando patógenos de maneira mais precisa.


A autora cita como exemplo os novos produtos para o #tratamento da acne humana. São produtos que agem direcionados ao patógeno alvo, ou seja, em alta precisão microbiológica. Com isso os demais microorganismos da pele são preservados e o #microbioma pode facilmente se recalibrar para um estado saudável.


Ela finaliza dizendo: “Para salvar uma floresta de uma espécie invasora, você não queima a floresta toda. Você simplesmente corta fora as plantas invasoras”.

.

.


Créditos: mindbodygreen.com / Alexandra Engler - mbg Beauty Director / Larry Weiss thank you for sharing this excellent article!


Para acessar a notícia completa: https://www.mindbodygreen.com/articles/new-research-emerges-about-skin-microbiome-what-we-know


#dermatologiaveterinaria#veterinarydermatology#microbiota#microbioma#R&D

Comments


newsletter-dermatologia.png

Newsletter

Mais recentes

banner-lateral.png

Categorias

bottom of page