top of page
parceiros-dermaconecta.png

Atopia: associação multimodal do oclacitinib com o corticoide

Atualizado: 18 de mai. de 2023

Oclacinitib é corticoide?

Oclacitinib, comercializado como Apoquel, é um medicamento que não é um corticoide, mas sim um inibidor seletivo da enzima Janus quinase 1 (JAK1). Esse medicamento age no sistema imunológico inibindo a JAK1.


As JAK1 são enzimas localizadas no citoplasma das células e desempenham um papel fundamental na sinalização de citocinas pró-inflamatórias, pró-alérgicas e pruriginosas envolvidas na dermatite atópica canina (DAC). O oclacitinib age inibindo a JAK1 e neutralizando o efeito dessas citocinas, aliviando os sintomas de coceira e inflamação associados à DAC.


As citocinas desempenham um papel fundamental no início da estimulação neuronal do prurido (coceira) que desencadeia o comportamento pruriginoso (coçar, esfregar, mastigar, etc.) em cães. Isso leva ao estabelecimento de um ciclo vicioso que exacerba as lesões cutâneas e amplifica os defeitos na função de barreira da pele em cães clinicamente acometidos.


Clique nesse link e entenda melhor como o oclacitinib (apoquel) funciona:


O que a retirada abrupta do oclacitinib pode causar?

Estudos clínicos com cães atópicos já demonstraram que a retirada abrupta do Oclacitinib pode, em alguns casos, levar a um efeito rebote do prurido. Ou seja, a interrupção do tratamento deflagra um aumento nos níveis do prurido, ainda que transitório. Esse fenômeno já foi anteriormente descrito com o uso de outros imunomoduladores como a ciclosporina.


Associação multimodal de oclacitinib e corticoide

De acordo com esse estudo recentemente publicado por Olivry et al 2022, foi observado que a associação do corticoide no início da terapia com Oclacitinib diminuiu significativamente a probabilidade de rebote do prurido.


Esquema de administração multimodal para tratamento da dermatite atopica canina

Os cães atópicos que receberam a associação de Oclacitinib (28 dias) + prednisolona (4 dias) tiveram significativamente menos rebotes do que aqueles que receberam apenas Oclacitinib (28 dias). O estudo conclui que a associação simultânea do corticioide no início da terapia com Oclacitinib pode ser bastante benéfica e pode ajudar a prevenir a exacerbação do prurido (efeito rebote) ao suspender/reduzir a dose do Oclacitinib.


➡️ A randomised controlled trial testing the rebound-preventing benefit of four days of prednisolone during the induction of oclacitinib therapy in dogs with atopic dermatitis. Thierry Olivry, Viktorija Lokianskiene, Alejandro Blanco, Pablo Del Mestre, Kerstin Bergvall, Luc Beco.

Link do artigo completo (open access / acesso livre): https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/vde.13134


Segurança

O oclacitinib é um medicamento licenciado em diversos países para o controle da dermatite atópica canina e outras dermatopatias alérgicas em cães. Ele demonstrou ser eficaz e seguro na redução do prurido, inibindo as principais vias envolvidas.


Efeitos colaterais

O medicamento não deve ser utilizado em cães com menos de 12 meses de idade ou com infecções graves. Além disso, esse medicamento também não deve ser usado em cães reprodutores, gestantes ou lactantes.


Em estudos clínicos foram relatadas reações adversas em menos de 1 cão a cada 10.000 tratados, sendo os efeitos colaterais mais comuns vômitos, diarreia, letargia, anorexia e alterações nos exames de sangue. Outros eventos adversos menos comuns incluem aumento das enzimas hepáticas, convulsões, polidipsia e demodiciose.


**Cães recebendo apoquel devem ser monitorados para o desenvolvimento de infecções e neoplasias.


Apresentações

  • Apoquel 3,6 mg, comprimido (20 un)

  • Apoquel 5,4 mg, comprimido (20 un)

  • Apoquel 16 mg, comprimido (20 un)

Dose e frequência

A dose inicial de Apoquel deve ser administrada a cada 12 horas por um período de 14 dias. Após esse período inicial, a dose deve ser administrada uma vez ao dia (a cada 24 horas).

  • A dose inicial recomendada é de 0,4 a 0,6 mg/Kg (oral a cada 12 horas)

  • A dose de manutenção é de 0,4 a 0,6 mg/Kg (oral a cada 24 horas)


Duração do tratamento

A duração do tratamento com Apoquel deve ser determinada por uma avaliação individual realizada pelo médico veterinário responsável. O profissional avaliará a condição do animal, a resposta ao medicamento e outros fatores relevantes para estabelecer a duração adequada do tratamento. É importante seguir as orientações do veterinário e não interromper o tratamento sem consulta prévia.







Comments


newsletter-dermatologia.png

Newsletter

Mais recentes

banner-lateral.png

Categorias

bottom of page