top of page
parceiros-dermaconecta.png

Capacidade de resiliência da microbiota

Atualizado: 28 de mar. de 2023

O que é?

A resiliência da microbiota é definida como a capacidade dela se reorganizar para o estado de equilíbrio.


Disbiose cutânea

Toda vez que a microbiota da pele é submetida a algum fator que cause disbiose (desequilíbrio), uma vez cessado o distúrbio, a microbiota tende a se recalibrar e voltar à sua composição original.


Porém, essa capacidade de resiliência pode se esgotar caso o estímulo disbiótico seja muito intenso ou persistente.


Os quadros de #disbiose cutânea crônica podem ocorrer quando a causa primária da dermatopatia não é tratada. Assim, o distúrbio permanece ativo e impede que os microorganismos se reequilibrem.


O que pode causar disbiose?

Além disso, o uso isolado e recorrente de antibióticos orais pode piorar o quadro de disbiose secundária. Uma vez que os #antibióticos de largo espectro podem comprometer as comunidades bacterianas comensais e provocar significativa redução na diversidade microbiana dificultando o reequilíbrio.


A causa primária da disbiose da pele precisa ser sempre investigada e tratada corretamente para que se alcance uma microbiota saudável e resiliente.


🌎 Quer ficar por dentro das últimas novidades da#dermatologiaveterinaria



Referências:



Comments


newsletter-dermatologia.png

Newsletter

Mais recentes

banner-lateral.png

Categorias

bottom of page