top of page
parceiros-dermaconecta.png

Evidência de transmissão zoonótica de Staphylococcus felis de gatos para humanos

Atualizado: 9 de nov. de 2023

Recentemente, o Journal of Medical Microbiology publicou um relato inédito de transmissão zoonótica oportunista de Staphylococcus felis para um paciente humano. O paciente, que havia passado por um procedimento cirúrgico, teve que retornar ao hospital devido a complicações na ferida cirúrgica (figura abaixo).


Detecção Inesperada de S. felis: Uma Investigação Zoonótica

As análises do laboratório de microbiologia revelaram a presença inesperada de S. felis na ferida cirúrgica. Investigações adicionais constataram que o paciente possuía três gatos saudáveis, nos quais S. felis foi igualmente identificado. O isolado obtido do paciente demonstrou sensibilidade a todos os antibióticos testados, e o paciente respondeu bem à terapia antibiótica prescrita pela equipe médica.

piodermite felina
Crédito: Sips GJ, van Dijk MAM, van Westreenen M, van der Graaf-van Bloois L, Duim B, Broens EM. Evidence of cat-to-human transmission of Staphylococcus felis. J Med Microbiol. 2023

O Staphylococcus felis faz parte da microbiota cutânea comensal de gatos e ocasionalmente pode levar a quadros de piodermites nos pacientes felinos. Já a transmissão zoonótica dessa espécie é rara, sendo este relato, o primeiro documentado de acordo com os autores. É importante destacar que as transmissões zoonóticas de Staphylococcus spp são oportunistas e geralmente ocorrem pacientes humanos imunocomprometidos.


O Staphylococcus pseudintermedius meticilina-resistente (MRSP) já representa um desafio considerável na medicina veterinária e humana. Apesar das evidências limitadas sobre a transmissão zoonótica de MRSP de cães para humanos, ele pode eventualmente ser considerado um patógeno zoonótico oportunista, capaz de colonizar humanos e causar doenças graves, especialmente em hospedeiros imunocomprometidos.


Esse relato também reforça a importância do uso responsável de antibióticos tanto na medicina veterinária quanto na humana.




Atenção: As informações fornecidas neste texto são de natureza informativa e não substituem a orientação e o diagnóstico de um médico veterinário qualificado. É fundamental que você consulte um profissional antes de iniciar qualquer tratamento ou intervenção terapêutica em seu animal de estimação. Priorize o bem-estar do seu animal e agende uma consulta com um médico veterinário. Ao buscar atendimento profissional, você estará proporcionando ao seu pet os cuidados adequados e garantindo sua saúde e qualidade de vida.


Referência

Sips GJ, van Dijk MAM, van Westreenen M, van der Graaf-van Bloois L, Duim B, Broens EM. Evidence of cat-to-human transmission of Staphylococcus felis. J Med Microbiol. 2023 Feb;72(2). doi: 10.1099/jmm.0.001661. PMID: 36763079.


Sobre a autora

Dra Aline Santana é médica veterinária formada pela Universidade Federal de Viçosa, com residência em clínica médica de pequenos animais pela mesma instituição. Possui mestrado e doutorado em Ciências pelo Departamento de Clínica Médica da FMVZ/USP, com período de intercâmbio realizado no exterior (University of Minnesota, Estados Unidos). Desde 2012, Dra. Aline Santana é sócia da Sociedade Brasileira de Dermatologia Veterinária (SBDV). Durante o período de 2015 a 2021, atuou como diretora de mídias e colaboradora da SBDV.





Comments


newsletter-dermatologia.png

Newsletter

Mais recentes

banner-lateral.png

Categorias

bottom of page