top of page
parceiros-dermaconecta.png

Remedio para dermatite canina

Frequentemente os tutores nos perguntam qual é o melhor remédio para dermatite canina? Infelizmente temos que dizer que não existe uma resposta mágica ou simples para isso. As doenças de pele em cães e gatos são muitas e é fundamental que um médico veterinário de confiança avalie seu animal.


Qual o melhor remédio para dermatite canina?

Os remedios para dermatite canina podem ser diversos e podem envolver antifúngicos, antibióticos, antiparasitários, drogas imunosupressoras, dentre outras. O quanto antes seu animal for avaliado, mais rápido ele será tratado e apresentará melhoras.

Remedio para dermatite canina
Remedio para dermatite canina

Confira agora as principais doenças de pele de cães e gatos

Dermatite atópica canina: A dermatite atópica é uma doença de pele crônica e alérgica que ocorre devido à sensibilidade a substâncias presentes no ambiente, como pólen, ácaros e outros alérgenos ambientais. Os cães com dermatite atópica geralmente apresentam prurido (coceira) intenso, vermelhidão e lesões na pele. O tratamento adequado da doença geralmente requer uma abordagem individualizada e multifacetada, que inclui controle ambiental, manejo dos sintomas, melhorar a barreira cutânea, uso de medicamentos (como corticosteroides e outros) e possivelmente a identificação e exclusão de alérgenos específicos da dieta do cão.


Otite externa: A otite externa é uma condição comum que afeta o canal auditivo externo e o pavilhão auricular dos cães. É uma doença inflamatória que pode ocorrer em até 5% a 20% dos cães. Essa condição é frequentemente causada por infecções bacterianas, fúngicas ou parasitárias, além de alergias, corpos estranhos ou até mesmo alterações anatômicas.


Dermatite Alérgica à Picada de Pulga (DAPP): A DAPP (Dermatite Alérgica à Picada de Pulgas) é uma reação alérgica que ocorre devido às picadas de pulgas em cães e gatos. Os animais alérgicos a pulgas podem apresentar sintomas como prurido (coceira) intenso, eritem (vermelhidão na pele), lesões e alopecia (perda de pelos). Surpreendentemente, uma única picada de pulga pode desencadear uma reação alérgica. Essa alergia é muito comum em regiões de clima quente, principalmente durante os meses de verão e outono, quando a atividade das pulgas é mais intensa. A saliva da pulga contém substâncias potencialmente alergênicas, que são injetadas na pele durante a picada. Isso desencadeia uma dermatite pápulo-pruriginosa disseminada, principalmente na região lombosacra.


O tratamento da DAPP envolve algumas principais medidas:

  1. Controle antipulgas no animal

  2. Controle antipulgas nos animais contactantes

  3. Controle/manejo ambiental para controle das pulgas (uso de produtos pulicidas)

  4. Tratamento antipruriginoso quando necessário

O gerenciamento bem-sucedido da DAPP depende, em última instância, da eliminação da fonte do desafio alergênico – a pulga. A terapia da DAPP inclui um rigoroso controle de pulgas onde pode-se utilizar produtos antipulgas por via tópica ou oral. Todos os animais contactantes (cães e gatos) devem receber tratamento com produtos antipulgas.


Piodermite: A piodermite é a dermatopatia bacteriana mais comum em cães e geralmente surge como uma complicação de doenças subjacentes, tais como alergias (alergia alimentar, dermatite atópica, alergia a picadas de pulgas), doenças endócrinas (hipotiroidismo, hiperadrenocorticismo), doenças parasitárias (sarna sarcóptica, sarna demodécica), entre outras. Essa condição ocorre quando bactérias, principalmente do gênero Staphylococcus, se aproveitam de alterações na pele, como danos à barreira cutânea ou desequilíbrio do microbioma, e causam infecções. A presença dessas doenças de base torna a pele mais suscetível às infecções bacterianas.


Fungos (dermatofitose): A dermatofitose, também conhecida como "micose" ou "tinha", é uma infecção fúngica que afeta a pele, pelos e, às vezes, as unhas de cães e gatos. É uma doença contagiosa que pode ser transmitida entre animais e humanos, sendo causada por diferentes tipos de fungos dermatófitos, sendo os mais comuns o Microsporum canis, o Microsporum gypseum e o Trichophyton mentagrophytes.


Procura um dermatologista veterinario?

Procura um veterinário especializado em dermatologia na cidade de São Paulo? O DermaConecta tem o prazer de indicar a clínica Dermeforpets. A clínica é especializadaem atendimento Dermatológico de cães e gatos.


Maiores informações: https://www.dermeforpets.com.br


Endereço: Rua Nazaré Paulista, 100 - Vila Madalena - São Paulo - SP

Telefone: (11) 3023-6160

Whastpp: (11) 99820-1784


Informações importantes

Ao buscar orientação veterinária, você estará garantindo que seu animal receba um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado. O médico veterinário tem o conhecimento e a experiência necessários para avaliar os sintomas, realizar exames clínicos, interpretar resultados e recomendar o tratamento mais adequado para seu animal de estimação.


Lembramos que os sintomas ou condições de saúde podem ser causados por uma variedade de fatores e requerem uma abordagem individualizada. Portanto, evite fazer diagnóstico ou usar tratamentos com base em informações genéricas encontradas na internet.


Priorize o bem-estar do seu animal e agende uma consulta com um médico veterinário qualificado. Ao buscar atendimento profissional, você estará proporcionando ao seu pet os cuidados adequados e garantindo sua saúde e qualidade de vida.


Lembre-se: somente um médico veterinário pode fornecer um diagnóstico preciso e recomendar o tratamento apropriado para o seu animal de estimação.


Comentários


newsletter-dermatologia.png

Newsletter

Mais recentes

banner-lateral.png

Categorias

bottom of page